Dicas para viajar sozinha

by - dezembro 17, 2018


Aqueles que me conhecem e me acompanham, sabem que já viajei sozinha e se por um lado ouvi pessoas a dizer que eu era maluca, outras disseram que fui muito corajosa. O que é certo é que eu gosto de viajar de sozinha e se tiver de fazer prós e contras comparativamente com o viajar acompanhado, sei perfeitamente o que dizer.

O tema de hoje foi-me proposto pela Momondo e se eu podia falar no geral, decidi que me vou falar especificamente para as mulheres pois são quem mais insegurança, incerteza, desconforto e medo sentem quando se falar em "viajar sozinha".

Irlanda foi a primeira viagem que fiz sozinha. Uma semana a passear pelo país e a experiência foi incrível. Tinha recebido um bilhete de ida e volta com a Aer Lingus e vi ali uma óptima oportunidade para ir até Dublin. A ideia foi ficar em Dublin uma semana, mas raramente andei pela capital pois fui visitar outros pontos mais interessantes do pais.

Bordéus foi a cidade que escolhi para ir asistir ao concerto do M. Pokora (o meu cantor francês favorito). Se não tivesse sido pelo concerto, tenho a certeza que não iria a Bordéus, pelo menos não nos próximos tempos. Mas digo-vos que foi uma cidade que me agradou muito. Além disso, embora também tenha viajado sozinha, foi bastante diferente relativamente à viagem à Irlanda.

O que importa salientar é que, destas duas experiências, retirei conhecimentos e aprendizagens e sempre que falo com alguém sobre viajar sozinha, digo sempre a mesma coisa. Agora, chegou a vossa vez de saberem algumas dicas e truques:

1. Escolha consciente do destino - se é a primeira vez que planeiam viajar sozinhas, escolham um destino que não fuja muito à vossa realidade, ou seja, parecido com o país onde vivem e não se aventurem já num país completamente diferente.

2. A língua - é um dos principais factores para as poderem viajarem, ou não. Qual a língua falada no país que querem visitar? Quão à vontade vocês estão com essa língua? Acham que nesse país percebem outra língua com a qual vocês estão mais à vontade? No aspecto da língua eu sou um bocado infléxivel e assumindo que o inglês é a língua mais falada em todo o mundo e que somos quase "obrigados" a saber falar, se vocês não sabem inglês então o melhor é não arriscar demasiado. Se souberem falar francês, isso só vai resultar em países francófonos mas o inglês, funciona em todo lado, de uma forma ou de outra, certo? Por exemplo, se querem vir à Islândia mas não sabem falar inglês, têm a vossa vida muito complicada pois aqui só se fala inglês ou islandês (a não ser que vocês saibam falar islandês. Se isso acontecer, vocês são do caraças!).

3. A escolha do alojamento - há muito aquela mania de procurar o alojamento mais barato porque preferem gastar dinheiro noutras coisas mas, ponderem bem. Nem sempre o alojamento mais barato é o mais central e se calhar está situado numa zona mais insegura do destino que querem conhecer. Aconselho vivamente a dispenderem um pouco mais no alojamento mas garantirem que estão muito próximas do centro histórico, ou pelo menos estão numa zona sempre movimentada e sabem que por lá há sempre muitos turistas. Evitem ao máximo ficar em zonas que percebam que são duvidosas e demasiado calmas.

4. Dizer aos pais e amigos o que vão fazer - dêem aos vossos pais e amigos o nome, morada e contacto telefónico do alojamento onde vão ficar. Além disso, digam qual o vosso plano para o dia para que quem está em casa saiba mais ou menos o vosso trajecto. Uma mensagem de vez em quando também não faz mal a ninguém e ajuda a descansar as pessoas que estão à espera que vocês regressem.

5. Mantenham-se contactéveis - bateria no telemóvel, sempre! E com as power banks já quase é inaceitável não termos bateria. Acreditem, pode ser necessário ligar a alguém ou alguém querer ligar-vos para saber se está tudo bem.

6. Estar online, ou não? - acredito que partilhar uma foto no feed do insta em tempo real não vá magoar mas se quiserem jogar pelo seguro, podem partilhar um pouco mais tarde mas estar sem dar notícias online, também não. Dou-vos um exemplo muito claro: mesmo eu estando agora a viver num país estrangeiro (ou seja, não estou a viajar), não falo com os meus pais todos os dias. De vez em quando mando mensagem para o meu pai (sim, o homem criou facebook sem saber o que estava a fazer e agora acha-lhe graça), ou quando quero falar com eles com videocall, ligo para casa e digo para eles irem até ao computador. No dias em que não digo nada, há sempre uma preocupação por parte deles e aí se eles virem que eu tenho estado a partilhar fotos ou links, eles sabem que estou bem.

7. Mentir - pode acontecer estarem numa esplanada a lanchar e serem abordadas por alguém a querer saber se estão a viajar sozinhas. Neste momento, activem o modo segurança e digam algo como "não, estou à espera de um amigo". Normalmente a pessoa não insiste mas aqui, estejam atentas o que ela faz a seguir, se fica a olhar ou se vai embora.

8. Evitar chegar ao destino de noite - não é boa ideia pois não conseguem ter uma noção por onde estão a passar. Por isso, tentem utilizar voos diurnos e chegar durante o dia. Assim têm tempo para ir descobrir e criar o vosso mapa mental. Evitem andar sozinhas com mapa do destino na mão, isso chama muito à atenção.

9. Evitem o ar "estou perdida" - Pode acontecer andarem tão absortas no que estão a ver que quando se apercebem, estão num sítio onde não era suposto estar. É inevitável ficar logo com uma cor vermelha e o coração salta porque estão a sentir-se perdidas. Calma, respirem fundo. Sentido de orientação aqui é uma óptima ajuda. Percebam onde estão e qual o caminho a tomar. Seguir em frente é uma boa ideia? Será que vão dar a outra rua movimentada? Ou é melhor voltar para trás? Podem sempre ligar o gps e tentar perceber, mas sem dar muito nas vistas.

10. Excursões - é uma boa alternativa ao andar à descoberta, quando se viaja sozinha. Com as excursões vocês também andam mais seguras e conhecem os pontos principais do destino. É também uma boa opção para o caso de viajarem sozinhas e não se querem arriscar demasiado.

Já viajaram sozinhas? Aplicaram isto? Têm outras dicas/truques?

Publicação escrita em parceria com a Momondo.
Ao clicarem nos links, estão a contribuir para o crescimento do Meraki.

Também Podes Gostar De

1 coments

  1. Adoro viajar e adoro estar sozinha mas viajar sozinha não é aquilo que mais me cativa.:P Acho que sinto sempre a falta de alguém para partilhar aquele momento.

    Another Lovely Blog!, https://letrad.blogspot.com/

    ResponderEliminar